Farmacovigilância

Segundo a RDC Nº 04 de 10 de fevereiro de 2009 temos as seguintes definições:

 

FARMACOVIGILÂNCIA: atividades relativas à detecção, avaliação, compreensão e prevenção de efeitos adversos ou outros problemas relacionados a medicamentos.

 

EVENTO ADVERSO: Qualquer ocorrência médica desfavorável, que pode ocorrer durante o tratamento com um medicamento, mas que não possui, necessariamente, relação causal com esse tratamento.

  • Para efeito desta norma considera-se evento adverso:
  • Suspeita de Reações Adversas a Medicamentos;
  • Eventos Adversos por desvios da qualidade de medicamentos;
  • Eventos Adversos decorrentes do uso não aprovado de medicamentos;
  • Interações medicamentosas;
  • Inefetividade terapêutica, total ou parcial;
  • Intoxicações relacionadas a medicamentos;
  • Uso abusivo de medicamentos;
  • Erros de medicação, potenciais e reais.

 

EVENTO ADVERSO GRAVE: são consideradas graves as situações apresentadas a seguir:

  • Óbito.
  • Ameaça à vida: Há risco de morte no momento do evento.
  • Hospitalização ou prolongamento de hospitalização já existente: Hospitalização é um atendimento hospitalar com necessidade de internação. Também inclui um prolongamento da internação devido a um evento adverso.
  • Incapacidade significativa ou persistente: É uma interrupção substancial da habilidade de uma pessoa conduzir as funções de sua vida normal.
  • Anomalia congênita.
  • Qualquer suspeita de transmissão de agente infeccioso por meio de um medicamento
  • Evento clinicamente significante: É qualquer evento decorrente do uso de medicamentos que necessitam intervenção médica, a fim de se evitar óbito, risco à vida, incapacidade significativa ou hospitalização.

 

EVENTO (ADVERSO) NÃO GRAVE: qualquer outro evento que não esteja incluído nos critérios de evento adverso grave.

 

Como relatar um evento adverso?

Se você deseja notificar um evento adverso com um produto Medstar, envie um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Sua informação pode ser de grande valia para a saúde da população e segurança dos medicamentos.

No e-mail forneça as seguintes informações para que sua notificação seja tratada adequadamente.

 

Informações sobre o medicamento e seu uso:

  • Quando iniciou o uso do medicamento.
  • Dose e a frequência.
  • N° de Lote
  • Qualquer ação tomada em relação ao medicamento (por exemplo, se a dose foi reduzida ou suspensa) e o resultado dessa ação.

 

O evento adverso associado ao medicamento:

  • Evolução dos sintomas com o tempo.
  • Descrição de qualquer tratamento necessário para tratar o evento adverso.
  • Nome do profissional da saúde responsável pelo tratamento e os dados de contato.

 

Seu nome (opcional):

  • Se você não deseja ser contatado, por favor, descreva isso em seu e-mail.

 

Informações sobre a pessoa que apresentou o evento adverso:

  • Qualquer outra condição clínica atualmente presente.
  • Medicamentos atualmente utilizados (nome do medicamento, dose, frequência e quando foi iniciado).
  • Sexo e idade da pessoa recebendo o medicamento (opcional).

 

Se você for profissional da saúde, por favor, solicitamos que os formulários abaixo sejam preenchidos e enviados por e-mail conforme o caso apresentado.